terça-feira, 30 de julho de 2013

Dilema de Epícuro


Quem se atreve a responder?

32 comentários:

  1. Deus nos deu algo que chamamos de livre arbítrio. Nele temos a opção de escolher o bem ou o mal e é baseado nisso que Deus nos julga. Ou seja sem o mal não haveria o livre arbítrio, nós seriamos como robôs podendo escolher somente o bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo que vocês que crêem em Deus não sabem responder, ou não tem argumentos, sempre vem com a mesma conversa do livre arbítrio, ta bom, então cade o livre arbítrio de uma criança quando ela é estuprada? Cade o seu Deus quando crianças morrem de fome, ou você vai me dizer que a criança escolheu ser abusada? Ou ate mesmo passar fome? Isso tudo é culpa da criança pelo que você ta dizendo. Faça mil favor, esse seu deus se é que ele existe é cruel, impiedoso, manipulador, mentiroso, etc.....

      Excluir
    2. Onde existe uma punição por aquilo que você decide seguir, não existe livre arbítrio me amigo.......o ser livre, não é punido por suas escolhas.

      Excluir
    3. Anonimo, deus deu o livre arbítrio á humanidade e mesmo assim os puniu com o dilúvio, mesmo com o livre arbítrio ele destruiu Sodoma e Gomorra, sem falar dos Amalequitas e Midianitas e tantos outros. Explique melhor esse seu "livre arbítrio".

      Excluir
    4. Eu acho que consegui explicar melhor o livre arbítrio neste post: http://ateuignorante.blogspot.com.br/2012/02/o-que-e-o-livre-arbitrio.html

      Excluir
    5. Kkkkk grande livre arbítrio retardado.
      Ou adora a deus ou vá para o inferno.kkk
      Ñ existe livre arbítrio,essa é uma invenção cristâ pra tapear os trouxas

      Excluir
  2. Namoral, esses comentários genéricos de "Deus nos deu o livre arbítrio" não fazem sentido. Me digam, que escolha teve uma criança molestada, ou uma vítima de uma catástrofe natural, como um terremoto? Além de que a ideia de livre arbítrio é falha, porque se tivéssemos, não queimaríamos pela eternidade por dizer uma mentira e não nos arrependermos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livre arbítrio às vezes atropela o livre arbítrio dos outros à isso se dá o nome de pecado contra o próximo.

      Excluir
    2. O foda é que a maioria dos "pecados" não faz mal pra ninguém nem atropela o livre arbítrio de ninguém. Por exemplo: fazer amor antes de casar, se masturbar, homossexualidade, etc. A religião interfere demais na intimidade das pessoas fazendo-as se sentirem culpadas e frustrados sexuais.

      Excluir
  3. Ok, me ame ou vá para o inferno. Grande livre arbitrio.

    ResponderExcluir
  4. "Deus nos deu algo que chamamos de livre arbítrio"
    - Aonde diz isso na bíblia? Essa expressão não aparece lá.
    - Não há consenso nem entre os cristãos. Alguns falam do determinismo de deus, que tudo o que acontece só acontece com a permissão dele. Se no final a decisão é dele se algo deve ou não acontecer, o livre arbítrio é uma ilusão.

    "Nele temos a opção de escolher o bem ou o mal"
    - Só tem essas duas opções ou eu posso ter outra opção? Quanto maniqueísmo!
    - Se o próprio deus também diz que faz o mal (Isaias 45:7), eu escolho não fazer o mal que ele faz!

    "é baseado nisso que Deus nos julga"
    - Não, não é. A pessoa pode ter sido má a vida inteira, mas se ela se arrepende e se converte ao cristianismo, deus a perdoa e ela vai pro céu.

    "Ou seja sem o mal não haveria o livre arbítrio"
    - Errado. Sem o mal não haveria o bem. Pra um existir, o outro também tem que existir. Um copo só está metade cheio porque a outra metade está vazia.

    "nós seriamos como robôs podendo escolher somente o bem."
    - Não seria bem melhor poder fazer só o bem?
    - E não é exatamente isso que deus quer? Que façamos só o bem? Por que não facilitou as coisas pra gente?
    - E cristão não age como robô, só obedecendo o que diz a bíblia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - Aonde diz isso na bíblia? Essa expressão não aparece lá.

      Aparece sim, mas porque você está interessado em teologia?

      - Não há consenso nem entre os cristãos. Alguns falam do determinismo de deus, que tudo o que acontece só acontece com a permissão dele. Se no final a decisão é dele se algo deve ou não acontecer, o livre arbítrio é uma ilusão.

      Tem razão, não existe um consenso, por isso você tem que ver como cada doutrina trata a questão. São duas possibilidades.

      - Só tem essas duas opções ou eu posso ter outra opção? Quanto maniqueísmo!

      Consegue imaginar alguma outra?

      - Se o próprio deus também diz que faz o mal (Isaias 45:7), eu escolho não fazer o mal que ele faz!

      Você tem alguma coisa contra Deus fazer uso do mal por uma boa causa?

      - Não, não é. A pessoa pode ter sido má a vida inteira, mas se ela se arrepende e se converte ao cristianismo, deus a perdoa e ela vai pro céu.

      É isso que você pensa que diz a Bíblia? Não consegue enxergar que as duas coisas são complementares?

      - Errado. Sem o mal não haveria o bem. Pra um existir, o outro também tem que existir. Um copo só está metade cheio porque a outra metade está vazia.

      Errado você, o que tem a metade do copo a ver com o bem e o mal o nome disso é dualismo. O que o cara quis dizer é que o livre-arbítrio é uma propriedade que necessariamente possibilita o bem ou o mal

      - Não seria bem melhor poder fazer só o bem?

      Seria, mas não seria mérito nenhum, afinal só existiria esta possibilidade.

      - E não é exatamente isso que deus quer? Que façamos só o bem? Por que não facilitou as coisas pra gente?

      Facilitou, no momento em que ele inputou a consciência num corpo humano e permitiu que o matassem

      - E cristão não age como robô, só obedecendo o que diz a bíblia?

      Não age como robô, cristão continua fazendo escolhas boas ou más, só que o número de escolhas boas aumenta muuito de frequência em relação às escolhas más, e o exemplar sujeito que não faz escolhas não, não escolhe deliberadamente

      Boa sorte

      Excluir
  5. O erro de Epicuro está no começo a palavra 'prevenir'
    Deus não quer prevenir o mal, Deus só quer que no estágio final suas criações estejam aperfeiçoadas e sem mal quando elas estiverem, Deus vai dar descarga no resto do mal.
    Deus é onipotente, Só não acabou com o mal AINDA. Mas vai acabar. Primeiro ele vai aperfeiçoar-nos.

    ResponderExcluir
  6. "Aparece sim, mas porque você está interessado em teologia?"
    - Não, não aparece. Se vc diz que aparece, me mostre. Todo ateu é interessado em discutir sistemas de crença. Não se trata só da sua teologia cristã.

    "Tem razão, não existe um consenso"
    - Então nada garante que sua interpretação é a verdadeira.

    "Consegue imaginar alguma outra?"
    - Sim. Entre o preto e o branco há uma eternidade de tons de cinza. Entre o 8 e o 80 há 72 números absolutos. Tem coisas que fazemos que estão fora da esfera do certo e do errado. Comportamento humano não é matemático. Nossa vida é uma pergunta aberta, não uma questão fechada em que uma resposta é certa e a outra é errada.

    "Você tem alguma coisa contra Deus fazer uso do mal por uma boa causa?"
    - Não há boa causa que justifique o mal. Me dê um exemplo de mal feito por uma boa causa? Ou os fins justificam os meios pra deus?

    "É isso que você pensa que diz a Bíblia? Não consegue enxergar que as duas coisas são complementares?"
    - É isso que a maioria dos cristãos pensa. Não importa quão mal vc foi, basta se converter que ele perdoa.

    "O nome disso é dualismo."
    - Exatamente. É assim que a bíblia trata a questão. Dualismo, maniqueísmo.

    "O que o cara quis dizer é que o livre-arbítrio é uma propriedade que necessariamente possibilita o bem ou o mal"
    - Só que a bíblia não diz isso e não há consenso entre os cristãos. O livre arbítrio possibilita muito mais que bem ou mal. Quer um exemplo? Eu tô afim de tomar um sorvete. Tenho livre arbítrio. Tenho várias opções de sorvete pra comprar. Posso escolher comprar pronto ou fazer em casa. Posso escolher também não tomar mais sorvete. Isso é livre-arbítrio. Ter várias opções. E nenhuma delas tem a ver com bem ou mal.

    "Seria, mas não seria mérito nenhum, afinal só existiria esta possibilidade."
    - Então deus cria o mal pra gente se foder e aqueles que conseguem não se foder no mal, têm o mérito de ir pro céu? Que deus fanfarrão, brincando com sua criação. É como eu criar formigas, cortar uma perna de cada uma delas e as que mancarem, eu mando pro inferno. As que conseguirem andar sem mancar, eu mando pro céu.

    "Facilitou, no momento em que ele inputou a consciência num corpo humano e permitiu que o matassem"
    - A consciência não existia antes de Jesus? Ah, pára... Que relação há entre uma pessoa morrer e um deus perdoar meus pecados? Não bastaria ele falar "estão perdoados" e pronto? Precisava matar um cara, que era ele mesmo, pra nos livrar de uma maldição imposta por ele mesmo também?

    "cristão continua fazendo escolhas boas ou más, só que o número de escolhas boas aumenta muuito de frequência em relação às escolhas más"
    - Fosse assim, cristãos seriam as pessoas mais boas do mundo. Hindús são bons, budistas são bons, espíritas são bons, até muçulmanos são bons. Ser bom independe de crença religiosa. E tá cheio de cristão picareta por aí. O Brasil é o segundo país mais cristão do mundo e um dos mais violentos.

    ResponderExcluir
  7. Por Deus ter projetos para o homem isto não quer dizer que o homem não é livre para decidir seus rumos. Liberdade é isto. Mesmo sabendo o que é melhor ou não, mesmo sabendo quais são seus direitos e deveres escolher por não os cumprir.
    Edson Miranda dos Santos
    Recife, terça feira 20/08/2013.
    10h04m

    ResponderExcluir
  8. Quando Deus nos deu as opções do bem ou do mal já definira a omissão ou isenção como uma delas, pois quando se opta pela omissão ou pela isenção, esta se fazendo o bem ou o mal que pode ser a si mesmo ou ao próximo.
    Edson Miranda dos Santos
    Recife, terça feira 20/08/2013.
    10h14m.

    ResponderExcluir
  9. Deus não nos impõe ama-lo coso contrário vai para o inferno. O que condena o homem ao inferno é a rejeição a Jesus Cristo que é a revelação do amor de Deus para com o homem. Sendo assim, não é não amar a Deus que condena o home ao inferno, mas sim rejeitar o seu amor.
    Recife, terça feira 20/08/2013.
    10h21m.

    ResponderExcluir
  10. Deus não nos impõe ama-lo coso contrário vai para o inferno. O que condena o homem ao inferno é a rejeição a Jesus Cristo que é a revelação do amor de Deus para com o homem. Sendo assim, não é não amar a Deus que condena o homem ao inferno, mas sim rejeitar o seu amor.
    Recife, terça feira 20/08/2013.
    10h21m.

    ResponderExcluir
  11. Ser cristão não ter um programa que o direcione em um único sentido. Ser cristão é ter consciência crítica de que somos todos descendentes de um só pai e que precisamos um do outro e que precisamos manter um relacionamento fraterno. Assim como Cristo nos amou amemos também ao próximo. Mas a decisão é do indivíduo.
    Recife, terça feira 20/08/2013.
    10h44m.

    ResponderExcluir
  12. A sabedoria de Deus se revela de tantas formas que deixa o homem, reles mortal, em confusão com seus conceitos quando este quer confrontar-se com Ele. Como seríamos livres para escolher se não nos fosse apresentado um paralelo? Sem o antagônico seríamos mais uma coisa no universo, não a imagem e semelhança de Deus.
    Recife, terça feira 20/08/2013.
    10h52m.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Edson de Recife. Grato por comentar. Vamos lá:

      "Liberdade é isto."
      - "Ou faz o que eu mando ou vai pro inferno"? Isso não é liberdade. É ditadura. Na ditadura você também podia ter opiniões contrárias, mas pagava as consequências por isso. Cristianismo é falsa noção de liberdade. Somos muito mais livres não tendo religião.

      "Mesmo sabendo o que é melhor ou não, mesmo sabendo quais são seus direitos e deveres escolher por não os cumprir."
      - Por que era melhor não comer porco e camarão por milênios? Por que era melhor apedrejar adúlteras e vender filhas por milênios? Por que é melhor casar virgem? Por que é melhor não se masturbar? Quais são os direitos de um cristão? A bíblia só fala em deveres.

      "Quando Deus nos deu as opções do bem ou do mal"
      - Ele não nos deu essas opções. Ele deu as opções do que ele considera bom (obediência a ele) e mal (desobediência a ele). O que pra ele é mal, ele chamou de pecado. Conveniente, não? Só que a vida não é esse maniqueísmo, essa dicotomia. Há dilemas morais que quem o inventou não levou em consideração.

      "quando se opta pela omissão ou pela isenção, esta se fazendo o bem ou o mal"
      - Se deus existe, ele se omite quando acontece alguma injustiça no mundo.

      "Deus não nos impõe ama-lo"
      - Claro que sim! Aliás, é o primeiro mandamento: "amar a deus sobre todas as coisas"!

      "O que condena o homem ao inferno é a rejeição a Jesus Cristo"
      - Judeus, hindús, budistas, ateus, muçulmanos, rastafaris, etc, vão pro inferno? Todos? Então católicos, evangélicos e espíritas vão pro céu? Ou só os evangélicos? Católicos e espíritas também crêem em Jesus.

      "Não é não amar a Deus que condena o home ao inferno, mas sim rejeitar o seu amor."
      - É a mesma coisa. Eu não o amo, logo, rejeito esse amor. Tem como não amá-lo sem rejeitar seu amor?

      "Ser cristão é ter consciência crítica"
      - Se fosse realmente crítico consciente, não seria cristão.

      "somos todos descendentes de um só pai"
      - Sim, de um ancestral em comum, um primata.

      "precisamos um do outro e que precisamos manter um relacionamento fraterno."
      - Amor não se impõe por mandamento. Se conquista e se dá a quem merece.

      "Assim como Cristo nos amou"
      - Gandhi também. Luther King também. John Lennon também. Tiradentes também. Confúcio também. Mandela também. E não vejo ninguém os cultuando.

      "A sabedoria de Deus se revela de tantas formas"
      - Quais? Como garante que é do deus cristão e não de outro deus qualquer?

      "Como seríamos livres para escolher se não nos fosse apresentado um paralelo?"
      - O problema do paralelo cristão é que ele só dá duas opções. É como uma questão fechada. Liberdade seria uma questão aberta, com várias opções possíveis de respostas.

      "Sem o antagônico seríamos mais uma coisa no universo, não a imagem e semelhança de Deus."
      - Não somos a imagem e semelhança de deus. Ele sim é a nossa. Que semelhança você acha que tem com deus? Em que sua imagem se assemelha a dele? Humanos pensam que se parecem com deus. Se minhocas pensassem, elas também acreditariam que o deus-minhoco as fez à sua imagem e semelhança. Conveniente, não? Desculpa te dizer, mas somos sim apenas mais uma coisa no universo. E eu fico de boa com isso. Você não?

      Excluir
    2. Você pode até ser ignorante no sentido lato da palavra, mas ateu eu não o considero, pois não se é revoltado com o que não existe.
      Edson Miranda dos Santos
      Recife, terça feira 20/08/2013
      16h26m

      Excluir
    3. Não sou revoltado com o que não existe. Sou revoltado com a crença das pessoas no que não existe. O que você pensa dos que crêem em Shiva, Buda, Alá, Jah e outras divindades? É o mesmo que eu penso sobre os que crêem em Javé. Até que se prove o contrário, nenhum deles existem.

      Excluir
    4. Todo autoritarismo deve ser repudiado. A sua forma de abordagem à fé alheia é autoritarista "Sou revoltado com a crença das pessoas no que não existe" denuncia que se você tivesse às mãos as ferramentas que Hitler e outros déspotas tiveram, faria a mesma coisa. Toda discussão é válida e sadia enquanto no universo filosófico, ideológico da argumentação teórica, somente. Jamais se permita navegar pelos ares da intolerância, pois da arrogância nasce um tirano.
      Edson Miranda dos Santos
      Recife, terça feira 20/08/2013.
      21h47m

      Excluir
    5. Não entendi aonde quando autoritário. Só porque disse estar revoltado? Jesus era revoltado. Rebelou-se contra a religião da época. Foi no Templo e botou todos os mercadores pra correr na base da porrada. Foi um intolerante. Aliás, o deus judeu é intolerante pácas com quem não acredita nele. Da onde vc tirou que uma pessoa se sentir revoltada te faz pensar que ela iria promover um holocausto nazista se pudesse? Eu, hein...rs;

      Excluir
    6. Há uma grande diferença entre ser e estar revoltado. O ser revoltado é um doente que por não admiti-lo passa a ser depressivo, podendo se tornar agressivo e um potencial homicida ou suicida. O estar revoltado é entrar em desacordo com uma situação considerada absurda e tomar medidas que surpreendam os envolvidos e ou noticiados. Você se diz estar revoltado quando isto não é verdade. você é um revoltado e, não toma a atitude que Jesus Cristo tomou porque lhe faltam as prerrogativas que Ele é detentor. Autoridade e poder. Quando você passar a acreditar em você mesmo, mesmo reconhecendo todas as suas limitações, você ficará curado da sua miopia e não terá mais medo de olhar para um espelho, como os vampiros.
      Edson Miranda dos Santos
      Recife, quinta feira 22/08/2013
      09h43m

      Excluir
  13. Edson, vamos lá de novo:

    "Há uma grande diferença entre ser e estar revoltado"
    - Quem é revoltado, é revoltado com algo. Quem está revoltado, está revoltado com algo. Revoltar-se é, como a própria semiótica cita, "re"- voltar-se contra algo. Pouco importa ser ou estar. Tanto que no inglês o verbo "to be" pode significar tanto ser quanto estar.

    "O ser revoltado é um doente"
    - Não achei essa doença classificada na CID-10.

    "passa a ser depressivo, podendo se tornar agressivo e um potencial homicida ou suicida"
    - Baseado em que você diz isso?

    "Você se diz estar revoltado quando isto não é verdade."
    - Baseado em que você diz isso? A verdade é que uma cobra e um jumento falaram, né?

    "você é um revoltado"
    - Não julgueis. Não julgueis...

    "não toma a atitude que Jesus Cristo tomou porque lhe faltam as prerrogativas que Ele é detentor"
    - Criei esse blog e um Twitter. Estou tomando uma atitude.

    "Autoridade e poder."
    - pra mim, Jesus não tem autoridade, muito menos poder. Uma pessoa só tem autoridade e poder quando seus súditos lhe conferem tais atributos.

    "Quando você passar a acreditar em você mesmo"
    - Achei que era pra acreditar em papai do céu. Ufa!

    "você ficará curado da sua miopia e não terá mais medo de olhar para um espelho, como os vampiros."
    - Mas eu olho no espelho. Síndrome de Vampiro tem cristãos, que acham que terão vida eterna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha no espelho mas não vê ninguém.
      Edson Miranda dos Santos
      Recife, quinta feira 22/08/2013
      19h39m

      Excluir
    2. De novo você com esse papo de vampiro.
      kkkkk.
      Acabei de olhar no espelho e me vi.
      E quanto a vida eterna?
      Só lembrando, mais uma vez: "Não julgueis".

      Excluir
    3. Olá Ateu Ignorante, Me chamo Lucas, nome bíblico hehehe grande coisa ne kkkk.. Olha eu sou seu fã cara, tu é inteligente e conhecedor da bíblia mais do que todos aqui, você quer saber onde esta Deus, eu também me faço esta pergunta, estas pessoas que te criticam, elas tem muito medo, medo de morrer, de falar algo e receber um castigo e bla bla bla, sabe se o paraíso é tão bom, então vamos para la, vamos nos matar e ser feliz pela eternidade!
      Ahh mas ninguém vai fazer isso, porque no fundo as pessoas tem medo de morrer e acabar por ali.

      Muitos vao querer colocar trechos da bíblia dizendo que se a pessoas ser matar vai pro inferno e bla bla bla, olha, se a gente parar pra ´pensar o inferno é aqui!

      E Deus se é tão bom, nao deixaria crianças passando fome e morrendo!!! Na África crianças morrem a cada minuto sem ter o que comer!! Que DEUS bom eim! Ahhh eu quero mais é que se foda um Deus desse que no mundo de hoje só tem maldade e covardia!! Olha pedem pro Deus de vocês ajudar e não causar mais revolta nas pessoas!! Ahh agora eu vou pro inferno, porque eu mandei o Deus se foder hehehe, ops mas agora eu me arrependi, agora eu não vou mais pro inferno ta!!
      Bahh essa coisa de que se fizer isso vai pro inferno fizer aquilo vai pro inferno poww então pessoal nos encontramos la porque eu acho que o inferno deve esta melhor do que estar aqui na terra! Onde vimos todos os dias estupros mortes violência!!! O INFERNO DEVE ESTA MELHOR! faloo

      Excluir
  14. Comumente os cristãos citam o "livre arbítrio" como forma de justificar o mal que há no mundo (ou o fato de Deus não levantar a bunda da cadeira para fazer algo).

    Bem, esquecem-se da Onisciência divina, isso mesmo, a Onisciência. Busque no dicionário o que a palavra significa. E vocês entenderão porque ou Deus é cruel ou é sádico. Ou ambos.

    ResponderExcluir
  15. Cara, pode qualquer um pode chegar aqui e te provar por A+B que Deus existe e tudo mais, mas você não quer acreditar, e você goste ou não isso é livre arbítrio. Deus não obriga ninguém a ama-lo e aceita-lo. esse seu argumento de criança estuprada e tal é vdd, mas se assim fosse os que aceitam Jesus como seu Senhor e salvador não passariam por dificuldades. Aqui vai um exemplo íntimo pra você refletir.

    Meus tios são pastores, e são muito éticos, não falo isso pelo fato de serem meus tios nem nada - mas você vai questionar isso, lógico - e recentemente a filha mais velha deles, minha prima, faleceu por conta de um câncer.

    "ué, mas ela não era crente?" "os pais dela não eram pastores".

    se usar seu argumento como base ela não devia ter passado por isso, já que escolheu Deus.

    Repito, não seguimos a Deus pelo que ele pode nos fazer, mas pelo que ele fez e o que representa em nossas vidas.

    Cabe a você acreditar ou não, se Deus fosse esse monstro que você tem na cabeça, ele te mataria pelo fato de não acreditar nele, você não acha?

    Fica na paz brother.

    Jesus te ama. Me adiciona no Facebook. :D

    ResponderExcluir

Regras de uso:
1) Desde que não tenha palavrões, ofensas ou propagandas, nenhum comentário será apagado;
2) Diga primeiramente qual fé religiosa você professa (ateu, agnóstico, católico, evangélico, budista, judeu, muçulmano, etc) para facilitar a interpretação do seu texto;
3) Tente manter a discussão no nível das ideias. O objetivo é compreender (não necessariamente aceitar);
4) Obrigado por participar!