sexta-feira, 26 de abril de 2013

A bíblia diz que existiu um filho mais velho que o pai? Não pode ser!




E, subindo Jeorão ao reino de seu pai, e havendo-se fortificado, matou a todos os seus irmãos à espada, como também a alguns dos príncipes de Israel.Da idade de trinta e dois anos era Jeorão, quando começou a reinar; e reinou oito anos em Jerusalém.E andou no caminho dos reis de Israel, como fazia a casa de Acabe; porque tinha a filha de Acabe por mulher; e fazia o que era mau aos olhos do SENHOR. 2 Crônicas 21:4-6Era da idade de trinta e dois anos quando começou a reinar, e reinou oito anos em Jerusalém; e foi sem deixar de si saudades; e sepultaram-no na cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis. 2 Crônicas 21:20E os moradores de Jerusalém, em lugar de Jeorão, fizeram rei a Acazias, seu filho mais moço, porque a tropa, que viera com os árabes ao arraial, tinha matado a todos os mais velhos. Assim reinou Acazias, filho de Jeorão, rei de Judá.Era da idade de quarenta e dois anos, quando começou a reinar, e reinou um ano em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Atalia, filha de Onri. 2 Crônicas 22:1-2

19 comentários:

  1. 22 anos.
    II Rs 8:26 - Era Acazias de vinte e dois anos de idade quando começou a reinar e reinou um ano em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Atalia, filha de Onri, rei de Israel.

    ResponderExcluir
  2. "Felizmente, dispomos de informações adicionais no texto bíblico que nos mostram que o número correto é 22. Em II Rs 8:17, lemos que o pai de Acazias, Jorão, filho de Acabe, tinha 32 anos quando se tornou rei, vindo a falecer oito anos mais tarde, aos quarenta. Portanto, Acazias não poderia ter 42 à época em que seu pai morreu, aos 40!"

    "Trata-se com toda certeza de mais um erro de copista, e há base suficiente para se demonstrar que Acazias tinha 22 anos quando começou a reinar em Judá.Em 2 Reis 8:17, vemos que Jeorão, filho de Josafá e pai de Acazias, tinha 32 anos quando se fez rei. Jeorão morreu com a idade de 40 anos, oito anos depois de começar a reinar. Conseqüentemente, o seu filho Acazias não poderia estar com a idade de 42 anos ao assumir o reinado após a morte do seu pai; caso contrário ele estaria com uma idade maior do que a de seu pai".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mateus, grato pela resposta. Então você concorda que pode ter havido um erro de copista na bíblia, certo? Pelo menos nessa parte nós provamos ter havido tal erro. Agora eu te pergunto: se tem esse erro, quantos erros mais de vários outros copistas não podem ter havido na bíblia? Já perdeu a credibilidade comigo...

      Excluir
    2. entaõ esta poucaria de biblia só fala besteira ????

      Excluir
  3. Cara, a biblia é cheia de falhas, infelizmente... É um livro com partes sagradas, partes "históricas" e partes que realmente não deveriam nem estar lá. Vou me explicar:

    Teoricamente a Bíblia deveria conter registros que "direcionassem" as pessoas para seguir os ensinamentos pregado por um um certo grupo, então elas teriam a "palavra de deus" para "guiar" o povo. Para isso foi reunido este conjunto de fatos e registros históricos e tradições orais.

    Muito da conteúdo da bíblia conforme nós conhecemos está com problemas de tradução e interpretação dos tradutores, muitas das tradições orais que chegaram a ser adicionadas na bíblia tem erros gravíssimos de contextualização história.

    Contudo, entre tanta confusão criada por diversos copistas e tradutores, existe partes preciosas e claras. Podemos encontrar ensinamos e exemplos de conduta que podem dar o "direcionamento" que em tese o livro deveria ter para "guiar" a vida de todos.

    Além disso, existem partes na biblia que não cabem em nenhum contexto, como os cantares de salomão, por exemplo. Estes não são históricos, não são inspiradores ou trazem algum proveito para "guiar" o povo para um direcionamento.

    Emfim, a bíblia tem seu crédito como livro sagrado, mas as traduções e erros de copistas atrapalham em seu aproveitamento total.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido anônimo. Grato pelos comentários. Só discordo quando você diz "a bíblia tem seu crédito como livro sagrado". Não, não é sagrado. É considerado sagrado só pra quem se diz cristão. E mesmo assim, depende da versão. Evangélicos não consideram a versão católica sagrada e vice-versa. Abraço!

      Excluir
    2. Realmente, me equivoquei. É sagrada pra mim, e para alguns cristão. E reitero o que disse, a bíblia tem um proveito excelente se utilizada com bom senso e sem fanatismo. Entendendo que é um livo escrito por homens e não a palavra de literal de Deus, acredito que contém a palavra de Deus mas ainda assim, em sua totalidade é um livro compilado por homens.
      O que falta para muitos Cristão é compreender é o fato de que a bíblia é tão imperfeita quanto os homens que a escreveram. Mesmo sendo considerada sagrada, e tendo muitos coisas que são de vital importância para a "exaltação/arrebatamento/salvação/etc." dos que nela acreditam, existem várias partes dela que não tem nada de santa. Obrigado!

      Gostei de seus questionamentos, vou dar mais pitacos por aqui!

      Excluir
    3. Outro fato interessante para seus questionamentos que esqueci de citar:

      Fato é que a bíblia tem o formato que tem hoje pois foi uma forma "fácil" de manipulação de massa por parte de entidades que se perfaziam de religiosas com o fito de obter lucro e poder. E isso é indiscutível.
      Existem diversas "lacunas" e citações de livros que deveriam estar na bíblia para complementar passagens de histórias contadas (vemos exemplos de outras escrituras sendo citadas nos livros de I Reis e II Reis que foram "perdidas").
      Então, não só os copistas erram ou modificaram passagens importantes mas também a entidade por trás deles a ajustou para ir de encontro com seus ideais.
      Novamente digo: considero um livro sagrado, com erros, alterações, lacunas e outros problemas que foram causados por homens imperfeitos. Mas, ainda assim acredito que tem passagens importantes para a "exaltação/arrebatamento/salvação/etc." dos que nela acreditam.

      O interessante disso é pensar: Então, por que Deus "deu" este livro imperfeito para os seus filhos seguir? Será que ele queria os confundir ainda mais, ou será que era só para a brincadeira ficar mais "perigosa"?

      Antes de dar minha opnião sobre este questionamento, gostaria de saber o que pensa sobre este ponto que levantei?

      Excluir
    4. Anônimo, grato pelos seus comentários. Só não entendi muito bem como você pode considerar a bíblia como um livro sagrado, mesmo sabendo que ela tem vários erros, cortes, traduções duvidosas e que ela foi composta para dominar as massas do Império Romano. E como você faz pra identificar quais partes são verídicas e corretas para a "salvação", sendo que essas mesmas partes também podem estar erradas?

      Excluir
    5. Ótima pergunta! Precisarei usar minhas "crenças" para responder, não espero que aceite como verdade absoluta mas gostaria que usasse de empatia para pegar meu ponto de vista. Desculpe o texto extenso, mas para responder preciso voltar um pouco na história para que minhas "crenças" façam sentido para você.

      Vou falar sobre o que eu acredito, particularmente prefiro dizer que sei com absoluta certeza, não somente acredito, mas para dar credibilidade a conversa direi que acredito:

      Acredito que existe um Deus amoroso, bondoso, justo e que segue as leis que foram impostas antes mesmo Sua própria criação¹. Acredito que ele criou todas as coisas que nós vemos e sabemos que existem, e as fez com Seu poder, de uma forma que não desafia as leis naturais que conhecemos¹.

      Este mesmo Deus que criou a vida de seus "filhos" (criações feitas à sua imagem e semelhança) deu a eles meios para que eles possam se tornar como Ele é: Puro, perfeito, poderoso e santo (parafraseando citações bíblicas).

      Acredito que Ele deseja que sejamos como Ele é, contudo, existem leis que mesmo Deus precisa seguir, caso contrario ele não seria Deus². Uma destas leis é o livre arbítrio, ou liberdade de escolha. Ele nos dá o direito de escolher o que queremos para nossa vida, independente se é da vontade e desejo dele. (continua...)

      Excluir
    6. (...)
      Se dependesse apenas de nossas vontades, faríamos muitas coisas que são contrários ao objetivo principal de nossa criação (sermos como Ele é) e por isso ele deixou diretrizes que pudessem nos conduzir para mais próximos deste objetivo. Estas diretrizes foram dadas inúmeras vezes, em diversas épocas para todos os povos da terra.

      Por muitas vezes Deus chamou ou conversou, se revelou, enviou anjos e etc. para pessoas que estavam mais em sintonia com a Sua vontade, ou para pessoas que conseguiriam de forma plena aplicar o que lhes foi ensinado. Estas pessoas tiveram diversos "títulos" diferentes em diferentes culturas e povos: profetas, sacerdotes entre outros. E o papel destes enviados era de guiar o povo para estarem mais próximos do objetivo para o qual foram criados.

      Por vezes, estes "enviados" registravam os ensinamentos que lhes foram passados e então este conhecimento era dividido entre um número maior de pessoas.

      Contudo, como citei anteriormente, existe uma lei irrevogável: a de que eu posso fazer o que eu quiser da minha vida. E com pouco tempo estes mensageiros eram substituídos por pessoas sem aquela sintonia com Deus, ou eram rejeitados pois seus ensinamentos ia contra o que a massa preferia fazer. Estes períodos podem ser chamados de "períodos de apostasia" (apostasia significa "afastado de" no caso, afastamento da verdade ou afastamento de Deus).

      Períodos de apostasia sempre existiram, alguns duraram séculos para alguns povos e outras civilizações/nações ainda vivem em apostasia completa (o que não significando que Deus não tenha ainda seus "enviados" entre o povo para guiá-los).

      A Bíblia é um exemplo claro disso, vemos que mesmo entre os hebreus que compilaram os registros daqueles que eles consideravam como enviados, existe uma lacuna no tempo entre um "profeta" e outro. Nestes períodos de apostasia, a verdade foi alterada, para cumprir a vontade dos homens que a "administravam" ao povo. O que vai contra a vontade de Deus, mas a Lei é clara: faço o que eu quiser da minha vida.

      Excluir
    7. (...)
      Então, a bíblia é em parte obra de Deus e em parte obra de homens. Por não querer me estender demais, não vou entrar no mérito para dizer exatamente o que é de homem e o que é de Deus na bíblia. Contudo, existem partes que são claras e de fácil compreensão, que são por diversas vezes expressadas por muitos destes enviados. Uma destas partes claras está em um versículo supostamente escrito por Tiago (digo supostamente, pois existe uma controvérsia a respeito dos autores do novo testamento e careço de provas que evidencie sua autoria, contudo atribuo a a ele a citação): Se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus que a todos dá liberalmente e não o lança em rosto e ser lhe á dada. Peça a porem com fé e em nada duvidando, pois o que duvida é semelhante a onda do mar, levada de uma parte a outra. Minha interpretação deste versículo em especial é bem literal e acredito que deva ser tomada desta maneira: vemos outros casos de "enviados" de Deus que não sabiam qual rumo tomar, e simplesmente perguntaram a Deus, e é dito "se algum de vós tem falta de sabedoria", acredito que eu me encaixe neste "algum de vós" (vide contexto histórico do versículo).

      Disse varias vezes que Ele é amoroso e deseja que sejamos como Ele é, mas deve partir de nós o desejo de buscá-lo. Se não queremos, Ele não pode fazer nada se não continuar incessantemente a nos influenciar para o que escolhamos fazer Sua vontade (nos enviado sinais, bençãos, pessoas e infinitas outras formas). Então, partindo deste pressuposto de que Ele nos dará instrução se pedirmos, se lermos a bíblia e perguntarmos com real intensão saberemos Dele se ela é verdadeira ou não, ou se "tal" parte está certa ou errada.

      Como disse no meu comentário anterior, a bíblia é sagrada (para mim) com partes preciosas e importantes para minha "salvação" e acredito que se buscar com real intenção e pedir ajuda Daquele que tudo sabe, eu posso ver encontrar com clareza o que é útil para minha vida. Acredito que todos os que a dizem seguir a bíblia deveriam colocar este versículo em pratica, e realmente viver apenas o que o Deus quer que vivamos.

      (Abro uma parenteses aqui para falar sobre o paragrafo anterior, o que eu disse pode abrir margem muito grande para interpretações equivocadas da bíblia por pessoas que não estão em sintonia com Deus ou querem impor sua vontade acima da verdade, o que causa uma grande confusão (vemos inúmeras denominações religiosas que dizem estar interpretando a bíblia da forma correta). Estou ciente disto, precisaria de mais tempo para explorar esta questão, gostaria de escrever sobre isso em outra oportunidade).

      Embasado posso responder sua pergunta com maior clareza: acredito que é um livro sagrado a pois apesar de seus erros e defeitos ela contém ensinamentos que podem me aproximar de Deus, me aproximar do objetivo de ser como Ele é. Também acredito que ela é sagrada, pois tem partes que foram escritas por pessoas inspiradas por Deus, e que passam exatamente a vontade Dele, em parte ela foi pessoas santas¹ e contém a palavra de Deus.
      Acredito que posso saber o que é verdade, simplesmente perguntando para quele que sabe de toda a verdade. O que pode parecer subjetivo demais para alguns, mas para mim se tornou algo claro a medida que coloquei em prática este ensinamento.

      Espero ter respondido a pergunta de forma clara, desculpe alguns erros, não revisei o texto.
      Abraço!


      ¹ - Se estiver interessado, posso entrar neste mérito em outra ocasião.
      ² - Este é um assunto muito interessante, Deus vive as leis que foram criadas antes mesmo de Sua própria existência, como ele é Justo é necessário que ele viva estas leis, gostaria de poder explicar em outra ocasião este assunto para não me estender mais.

      Excluir
  4. Eu não aceito nem por um momento, que tenha ocorrido qualquer erro na Bíblia! Tudo bem que o filho "era mais velho que o pai", aliás, diz inclusive que era o filho "mais moço"! (Os irmão mais velhos tinham morrido...).
    Muitas coisas me passam pela cabeça... Inclusive que os filhos poderiam ser só da esposa, e não dele. Mas... Se isso lhe incomoda tanto... Relaxa.. Você terá uma eternidade inteira para pensar no assunto... a questão é: "ONDE"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Eu não aceito nem por um momento, que tenha ocorrido qualquer erro na Bíblia!"
      - Então corrija os erros que eu enumero constantemente aqui no blog, como morcego ser ave, filho mais velho que o pai, e outros versículos incongruentes.

      "os filhos poderiam ser só da esposa, e não dele"
      - Aonde você não entendeu que o filho era mais velho que o PAI? E não que o padrasto?

      "Você terá uma eternidade inteira para pensar no assunto"
      - Não, não terei. Nada é eterno. Nem o Universo é.

      "ONDE"?
      - Ninguém sabe. Nem você. Aliás, pode ser no mesmo lugar que você.

      Excluir
  5. Prezado Anônimo. Vc me deixou mais confuso ainda. vamos às tréplicas:

    "Acredito que existe um Deus amoroso, bondoso, justo"
    - Se ele manda matar criancinhas inocentes como diz a bíblia, se ele só me ama se eu o amar de volta, se ele me condena ao inferno apenas por discordar dele, mesmo eu sendo bom, então ele não é nem amoroso, nem bondoso e nem justo. A própria bíblia diz que ele também faz o mal e as trevas (Isaias 45:7 e Lamentações 3:38).

    "de uma forma que não desafia as leis naturais".
    - Pelas leis naturais, sabemos que cobras e jumentos não falam e que água não pode virar vinho de uma hora pra outra. Também sabemos que barro não vira homem e costela não vira mulher. Então ele desafiou as leis naturais sim.

    "Este mesmo Deus que criou a vida de seus "filhos" (criações feitas à sua imagem e semelhança)"
    - Não é muito conveniente nós acharmos que nós somos imagem e semelhança do nosso deus? Se baratas pensassem, elas também acreditariam que o deus-barata às fez à sua imagem e semelhança.

    "se tornar como Ele é: Puro, perfeito, poderoso e santo"
    - O que é ser puro? O que é ser perfeito? O que é ser poderoso? O que é ser santo? Não são conceitos subjetivos demais? Podemos ser como deus, tipo, criando planetas e pessoas como ele fez? Definindo leis para nossas criações?

    "existem leis que mesmo Deus precisa seguir"
    - Então ele não é todo-poderoso, pois tem que obedecer algo acima dele. E quem criou a lei acima dele?

    "Uma destas leis é o livre arbítrio"
    - Essa expressão nem existe na bíblia e há controvérsias mesmo entre cristãos, que acreditam no determinismo de deus (nenhuma folha cai sem sua permissão)

    "ele deixou diretrizes que pudessem nos conduzir para mais próximos deste objetivo"
    - Como sacrificar animais inocentes por milênios para perdoar nossos pecados?

    "para pessoas que conseguiriam de forma plena aplicar o que lhes foi ensinado (sacerdotes entre outros)
    - Isso inclui os sacerdotes católicos? Quem definiu quais pessoas falavam verdades de quais eram falsários? Com que embasamento? Quem hoje é sacerdote de deus?

    ResponderExcluir
  6. "estes mensageiros eram substituídos por pessoas sem aquela sintonia com Deus ou eram rejeitados pois seus ensinamentos iam contra o que a massa preferia fazer (apostasia)
    - Quem definiu esses períodos e quais critérios foram usados pra saber quais pessoas se enquadram nessa "sintonia"?

    "Nestes períodos de apostasia, a verdade foi alterada"
    - Qual verdade? Foi alterada pelo que?

    "a bíblia é em parte obra de Deus e em parte obra de homens"
    - Quais partes são de um e quais são de outro? Pq não existe uma versão da bíblia só com as partes certas então? Não seria muito melhor?

    "Se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus que a todos dá liberalmente e não o lança em rosto e ser lhe á dada."
    - Sabemos que não é assim que funciona. Ninguém passa numa prova difícil sem estudar, só pedindo a deus. fosse assim, só cristãos seriam sábios.

    "fazer Sua vontade (nos enviado sinais, bençãos, pessoas e infinitas outras formas)."
    - Pq ele simplesmente não nos diz pessoalmente e precisa ficar se escondendo e usando formas indiretas de se comunicar?

    "se lermos a bíblia e perguntarmos com real intensão saberemos Dele se ela é verdadeira ou não, ou se "tal" parte está certa ou errada."
    - Vc fez isso? Quais respostas teve dele?

    "viver apenas o que o Deus quer que vivamos."
    - O que ele quer que vivamos apenas?

    "o que eu disse pode abrir margem muito grande para interpretações equivocadas da bíblia por pessoas que não estão em sintonia com Deus"
    - Vc está em sintonia com deus? Quem garante? Como vc pode provar?

    "ela contém ensinamentos que podem me aproximar de Deus"
    - Claro, ela foi feita pra isso. Pra fazer as pessoas temerem esse deus e seus castigos se o desobedecer, questionar ou contrariar.
    - O Corão também tem ensinamentos que nos aproximam de Alá e o Baghavad Gitá também tem ensinamentos que nos aproximam de Shiva.
    - O Livro dos Espíritos, de Alan Kardec, tem ensinamentos que nos aproximam da mediunidade.
    - O livro do Harry Potter tem ensinamentos que nos aproximam do Harry Potter.
    - Viu que é tudo a mesma coisa?

    "Deus vive as leis que foram criadas antes mesmo de Sua própria existência"
    - Então ele não é deus. Quem criou essas leis? Ele não é incriado, eterno, sempre existiu? Se não, quando deus passou a existir?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, sinceramente adoro suas perguntas!

      Felizmente tenho resposta para todas, mesmo que não satisfaçam sua curiosidade ou não convençam. Mas vou precisar de um pouco de tempo para responder. Acho que faço isso até o final de semana (rsrs).

      Obrigado por ler minha longa resposta, e mais uma vez me perdoe pelo português muitas vezes incorreto, não tenho tempo de revisar o que escrevo...

      Te respondo em breve, abraço!

      Excluir
  7. Cristão Protestante
    Alguém conferiu essa passagem Bíblica no Hebraico?????

    ResponderExcluir
  8. Quem matou mais gente? Deus ou Diabo?

    Vamos ver nessas contas quem afinal é que matou mais gente, Deus ou Diabo?

    Elas não serão totalmente precisas, pois serão drasticamente sub-faturadas, já que não se pode contabilizar quantos morreram no dilúvio, ou em Sodoma e Gomorra, e em outros incontáveis massacres.

    A mulher de Ló, por olhar para trás. (Gênesis 19:26)
    - Er, por ser mau aos olhos do senhor. (Gênesis 38:7)
    - Onan, por se masturbar (Gênesis 38:10)
    - 3000 por adorarem um bezerro de ouro. (Êxodo 32:27)
    - Morte por blasfemar. (Levítico 24:10-23)
    - Morte por recolher lenha no sábado. (Números 15:32-36)
    - Corá, Datão, Abirão e suas famílias (Números 16:27-32)
    - Os dois filhos de Arão (Levítico 10:2)
    - 250 queimados vivos por oferecerem incenso. (Números 16:35)
    - 14.700 mortos por reclamação (Números 16:41-49)
    - 24.000 por se prostituírem (Números 25:4-9)
    - Massacre dos midianitas (32.000 virgens escravizdas) (Números 31:1-35)
    - Acã, seus filhos e filhas apedrejados (Josué 7:24-26)
    - Destruição da cidade de Ai, 12.000 mortos (Josué 8:1-25)
    - Guerra a cananeus e farezeus, 10.000 homens mortos (Juízes 1:4)
    - Eúde mata em nome de deus (Juízes 3:15-22)
    - 5 reis enforcados "ao Senhor" (Josué 10:22-25)
    - Destruição dos moabitas, aprox. 10.000 homens (Juízes 3:28-29)
    - Deus faz 120.000 midianitas matarem uns aos outros (Juízes 7:2-22, 8:10)
    - O espírito do sehor faz Sansão matar 30 (Juízes 14:19)
    - Faz sansão matar 1000 (Juízes 15:14-15)
    - Deus ajuda Sansão a matar 3000 (juízes 16:27-30)
    - Deus ajuda Israel a matar 25.100 benjamitas (Juízes 20:35-37)
    - Mais 25.000 benjamitas mortos (Juízes 44-46)
    - 50.070 por olharem dentro de um baú inútil (I Samuel 6:19)
    - Deus ajuda Jonatas a matar 20 filisteus (I Samuel 14:12-14)
    - Samuel esquarteja Agague em nome de deus (I Samuel 15:32-34)
    - Deus mata Nabal (I Samuel 25:38)
    - Uzá, por não deixar o baú inútil cair no chão. (II Samuel 6:6-7)
    - Deus mata o bebê recém nascido de Davi (II Samuel 12:14-18)
    - 7 filhos de Saul enforcados "as Senhor" (II Samuel 21:6-9)
    - 70.000 mortos por Davi ter feito um censo (II Samuel 24:15)
    - Por acreditar na mentira de um profeta (I Reis 13:1-26)
    - 100.000 sírios em um só dia (I Reis 20:28-29)
    - Deus faz um muro matar 27.000 pessoas (I Reis 20:30)


    Vale lembrar novamente que esse número, apesar de grande, é apenas uma pequena parcela das mortes supostamente cometidas por Deus, já que não há como calcular quantos morreram no dilúvio, em Sodoma e Gomorra, ou em outros vários massacres a povos cujos números não foram divulgados na bíblia.

    E quanto ao Diabo? Quantas pessoas ele matou? Vamos ver:

    Jó 1,1 Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó. Era homem íntegro e reto, que temia a Deus e se desviava do mal.

    Jó 1,12 Ao que disse o Senhor a Satanás: Eis que tudo o que ele tem está no teu poder; somente contra ele não estendas a tua mão.

    Ou seja, o Diabo matou os dez filhos de Jó, mas reparem, com a permissão de Deus! Logo, o correto seria ambos seres responsabilizados pelas mortes.

    Mas enfim, temos então o placar:

    DEUS: 2.270.370 mortes
    DIABO: 10 mortes.

    ResponderExcluir

Regras de uso:
1) Desde que não tenha palavrões, ofensas ou propagandas, nenhum comentário será apagado;
2) Diga primeiramente qual fé religiosa você professa (ateu, agnóstico, católico, evangélico, budista, judeu, muçulmano, etc) para facilitar a interpretação do seu texto;
3) Tente manter a discussão no nível das ideias. O objetivo é compreender (não necessariamente aceitar);
4) Obrigado por participar!